Notícias

 

 

Abrir um café, um restaurante, um cabeleireiro ou uma mercearia é agora mais fácil

Desde o inicio Maio, os cidadãos que pretenderem abrir o seu próprio estabelecimento comercial num determinado município, alterar um já existente ou ocupar um espaço público de livre acesso já podem fazê-lo directamente de casa através do seu computador, no  Balcão do Empreendedor (BdE), no portal da Empresa.

Este serviço permite reduzir os encargos administrativos e tornar mais fácil e rápido a criação de novos espaços comerciais ou encerramento dos mesmos, evitando assim as licenças, autorizações, vistorias, e todas as outras condicionantes relativas á abertura de um espaço.

O balcão será único para todo o pais, contendo no entanto informação específica de cada município, uma vez que estes licenciamentos são da competência das autarquias.

Este serviço está incluído na iniciativa “ Licenciamento Zero”, que foi agora alargado ao comércio, no âmbito do programa Simplex do anterior governo.

 

Fonte: Jornal de Negócios

 

06/08/2013

 

 

Foi hoje publicada a Portaria 161/2013 que regula o modo de cumprimento das obrigações de comunicação dos documentos de transporte, de acordo com o previsto no artigo 8º do decreto-lei 198/2012 de 24 de Agosto.

 
A Portaria 161/2013 de 23 de Abril vem estabelecer um novo prazo para a entrada em vigor deste regime – 1 de Julho de 2013 (anteriormente previsto para 1 de Maio).
 
 
23/04/2013
 

Precisa investir no seu negócio atual?

Tem uma ideia de negócio para concretizar?

Precisa de ajuda para desenvolver essa ideia? 

Necessita de apoio financeiro?

 

No âmbito da política de responsabilidade civil, o Millennium BCP desenvolve, desde há 6 anos, um modelo autónomo de Microcrédito. Este modelo visa apoiar e financiar pessoas detentoras de pequenos projetos de negócio viáveis, mas sem capacidade de crédito junto da banca tradicional.

 

O Microcrédito é um serviço de financiamento do Millennium bcp, que promove e apoia pessoas e micro-empresas com iniciativas empresariais viáveis.

Destina-se a todos os “lutadores por natureza” que preencham dois requisitos básicos: terem uma ideia de negócio viável e perfil de empreendedor.

O Microcrédito do BCP disponibiliza até € 25.000, por candidato, para a criação ou expansão do seu negócio, havendo dois tipos de empréstimo: individual ou em grupo.

 

Na sede da Associação Comercial do Distrito de Évora, pode requisitar/preencher o seu formulário de adesão ao microcrédito do BCP.

 

Após o seu 1º contacto ser-lhe-á atribuído um Gestor de Projeto que o contactará no espaço de 48h úteis. Nessa ocasião, será agendada uma 1ª reunião, onde será informado de todos os procedimentos e documentação necessária para desencadear a operação de financiamento. Os Gestores de Projeto prestam um serviço de acompanhamento personalizado e permanente, em todas as fases do negócio.

 

26/10/2012

 

 

O Programa "SOLIDÉVORA", como o próprio nome indica, tem como principal objetivo a implementação de uma REDE SOCIAL de combate à pobreza e exclusão social no Concelho de Évora, visando criar um sistema local de compromissos solidários para a prossecução da qualidade de vida de todos os cidadãos eborenses, independentemente da sua condição.

Trata-se de um Programa Municipal que promove a criação de uma REDE de apoio à situação de Emergência Social que se vive atualmente, no País e consequentemente, no Concelho de Évora. Operacionaliza a Rede Social do Concelho, em medidas e atividades concretas, promotoras de uma resposta social, mais eficiente e eficaz, através do estabelecimento de um vasto conjunto de parcerias protocoladas, entre as Administrações (central e local), o setor social e o setor empresarial, instalados no território concelhio, e até, de nível nacional.

A metodologia que se propõe, visa garantir uma melhor rentabilização dos recursos disponíveis no território, para que se dê uma resposta mais célere, adequada e potenciada, a problemas sociais emergentes e também, a problemas estruturais, promovendo o desenvolvimento socioeconómico do território Eborense.

Esta rede funcionará, em algumas das suas ações, através da implementação de um sistema de vales de acesso e/ou descontos que darão resposta às necessidades prementes identificadas na estrutura essencial do SOLIDÉVORA.

 Estrutura essencial do Programa SOLIDÉVORA:

ALIMENTAÇÃO

VESTUÁRIO E CALÇADO

MATERIAL ESCOLAR E PUERICULTURA

SAÚDE/ENVELHECIMENTO POPULACIONAL

 

A adesão por parte das empresas do Concelho é livre. Cada empresa assinará um protocolo de Parceria (Carta de Compromisso) onde indicará livremente o serviço/produto que disponibiliza, sob que forma e com que frequência.

Sessão de esclarecimento a 3 de Julho na ACDE.

  

 

Pág. 4 de 4

<< Início < Anterior 1 2 3 4 Seguinte > Fim >>